Abalado por uma violenta crise social, o Chile desiste de organizar a COP25, clima quente.

COP25 é cancelada no Chile em virtude do clima quente

COP25 é cancelada no Chile em virtude do clima quente

O presidente Sebastián Piñera anunciou o cancelamento da conferência de Santiago sobre mudança climática, que acontecerá de 2 a 13 de dezembro.

Onda de violência no Chile, por segurança Sebastián Piñera, cancela COP25

O Chile renuncia à realização da Conferência Mundial sobre o Clima da COP25, que será realizada em dezembro, bem como da Cúpula do Fórum de Cooperação Econômica Ásia-Pacífico (APEC), devido ao movimento de protesto sem precedentes que está abalando o país, anunciou Presidente Sebastián Piñera quarta-feira 301/19.

“É com um profundo sentimento de dor, porque é doloroso para o Chile, que nosso governo decidiu não organizar a cúpula da apec (…), nem a da COP 25” , disse o chefe de estado conservador. A Cúpula da Apec estava programada para ocorrer em Santiago nos dias 16 e 17 de novembro e na COP25 de 2 a 13 de dezembro.

Por onze dias, o movimento não enfraqueceu no país. Novas manifestações , às vezes esmaltadas de incidentes, ocorreram na terça-feira, 29 de outubro, contra as desigualdades socioeconômicas e para manter a pressão sobre o governo.

Compartilhe

Deixe uma resposta