As fraudes começam a partir do momento que tentam imputar segurança onde não existe.

As fraudes começam a partir do momento que tentam imputar segurança onde não existe.
Networking Social

Um grande projeto demanda tempo, e quando alguém diz que tomar o poder é diferente de ganhar uma eleição, aos poucos as coisas podem ser entendidas.

Quando erroneamente, muitos pensavam que tomar o poder fosse pelas armas, feito um ilusionista, apontou um lado, e trabalhou no outro, com as mesmas táticas que vem se usando em toda a nossa juventude.

Conquistando corações e mentes.

E como mentem. Mentem ao nos querer fazer acreditar que as urnas eletrônicas são confiáveis, aqui e acolá, deixam que elas elejam quando os pontos não são estratégicos, as vontades do povo. E desta forma, a confiabilidade vai avançando.

Em outros lugares, estratégicos, as vontades dos fraudadores prevalecem. E como as pessoas já começam a se acostumar com os resultados “confiáveis”, e pressão sobre quem ousar desconfiar. Dinheiro não falta, para que as mídias vendidas, trabalhem como se verdade fosse a confiabilidade das urnas.

E o projeto é globalizado, e já trabalham em alta escala, pois se conseguirem burlar uma grande potência, eles dominam o mundo.

Agora, há quem diga, não vamos desviar o foco porque o problema é nacional, e neste momento o engano é maior. As urnas são produzidas por empresas internacionais, verdadeiros mercenários, que não se importam com políticas e ou soluções internas, objetivo é o dinheiro. Pagou eles fazem, ou talvez seja ainda pior, se estiverem de acordo as intenções a serem atingidas.

Um projeto de poder construído e aplicado ao longo do tempo

As urnas são eficientes, e elas executam com rapidez o que foi programado para fazer, elas podem promover uma eleição lícita, ou não. Depende da programação que ela recebeu, e não da vontade do eleitor.

A urna tem a capacidade de enganar o eleitor, caso seja programada para que isto aconteça. Mostra a imagem do candidato que ele está votando, mas não hora de computar o voto, ele é alterado para o sistema.

E para que isto aconteça, não precisa estar conectado na internet, ela já está programada para fazer isto. E mesmo que um teste seja feito, ela pode entender que é um teste, e não mostrar as fraudes, conforme mostra o vídeo de uma forma muito clara.

Uma explicação clara das inúmeras possibilidades de fraudes

Se o vídeo acima parece apenas uma suposição de possibilidades, veja o vídeo abaixo, e mais que a fraude é um crime.

O voto é secreto, mas quando você vota, o sistema anota, identifica o eleitor, a hora, e para quem você votou, e o pior de tudo, marca um voto diferente daquele que você decidiu.

Isto aconteceu aqui, e está acontecendo em todos locais onde as urnas eletrônicas não tem o voto impresso concomitantemente, ou seja ao mesmo tempo.

Espero que as pessoas de responsabilidade neste país, que dizem que as urnas são seguras, não façam parte deste esquema de fraudes, e assim dizem porque tem a fé que a tecnologia não tem viés ideológico, e realmente não tem, mas quem faz as urnas, quem programa as urnas, quem compra as urnas, não são máquinas.

Veja como funciona a fraude nas urnas eletrônicas.
Voto impresso já. A única solução para que as fraudes sejam evitadas.

O momento é agora de evitar que a frase dita por uma ideologia se torne verdade.
“Ai nós vamos tomar o poder, que é diferente de ganhar uma eleição”

A sociedade não vai permitir que uma organização criminosa tome o poder.

Voto impresso já.

Os vídeos foram produzidos e publicados na internet com prévia autorização de divulgação pública, no interesse do bem comum do país.

Sim o somos Patriotas, Brasil acima de tudo, Deus acima de todos.

Deixe uma resposta