As linhas do crime organizado

Marco Aurélio de Mello e Moacir Levi do PCC, adivinha quem é o bandido

Primeiro a votar contra a prisão em segunda instância no Supremo, Marco Aurélio Mello mandou soltar, no último dia 09/10/19, Moacir Levi Correia, o “Bi da Baixada”, considerado o chefe do PCC em Santa Catarina.

Preso em 2014 e já condenado a 29 anos de prisão, ele deixou a penitenciária federal de Porto Velho no último dia 18, informa o UOL. No local, ficou na mesma cela de Marcola, considerado maior liderança da facção.
Fonte: O Antagonista

PCC é uma organização criminosa, atuando em nível internacional. Uma organização que nasceu dentro dos presídios, e faltou apoio às polícias para combater a organização, e hoje fazem a festa.

Os bandidos das grandes organizações criminosas, que hoje são diversas, e grandes corruptos, tem no supremo, sempre alguém pronto a lhes conceder Habeas Corpus.

Sendo que o Supremo agora está querendo acabar com toda a validade dos julgamentos de 1° e 2° instância, querem provar para o povo, que os juízes destas instância não valem nada, somente o julgamento deles, que soltam bandidos, é que tem valor. Prender alguém poderoso do crime no Brasil, vai ficar muito difícil.

A sociedade está cansada de ver bandido dando as cartas.

No Brasil, a justiça concede a estupradores de crianças, a saidinha dos dia das crianças a estes criminosos. “Saidinha”, é a liberdade por uns dias para os presos visitarem os familiares. Nestes dias, os presos são soltos, e a sociedade fica presa dentro de casa por medo do pior.

Na saidinha do dia das mães e dos pais, criminosos que mataram pais de família, também são liberados.

E criminosos, podem pedir progressão da pena, depois de cumprirem ⅙ um sexto da pena.

Que justiça é está você deve estar perguntando? Sim, estas são as cartas do jogo, que a sociedade, honesta e que trabalha, perde sempre. 

Isto sem falar, que os bandidos, recebem valores vultosos, quando saem da cadeia, para começar vida nova. Valores, que as pessoas honestas e trabalhadoras, que recolhem seus devidos impostos, não conseguem nem emprestado, para aplicar em suas atividades produtivas.

A sociedade está cansada de ver bandido dando as cartas.
Temos que parar de tratar do problema como segurança, pois a realidade é que é uma insegurança para todos os lados. Segurança mesmo, só para o bandidos.



Compartilhe

Deixe uma resposta