BNDES aprova R$ 1,24 bilhão para rodovias no Rio Grande Sul

Conservação de importantes rodovias no Rio Grande do Sul
Networking Social

Concessão deve gerar 1.238 empregos temporários e 714 permanentes, além de 2.490 indiretos

O projeto prevê recuperação, ampliação e conservação de importantes rodovias que integram o estado do Rio Grande do Sul

O Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) aprovou financiamento de R$ 1,24 bilhão para a Viasul, concessionária que administra trechos das rodovias BR 101, 290, 386 e 448, no Rio Grande do Sul, totalizando 473,4 km de extensão. O valor representa 34,3% do investimento previsto no período de apoio do BNDES. Ao todo, o projeto prevê investimentos de cerca de R$ 5 bilhões.

Além de viabilizar a recuperação e manutenção das vias, o investimento gerará uma série de melhorias determinadas pelo Plano de Exploração Rodoviária do contrato de concessão, firmado pela empresa e a Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT). Está prevista a implantação de 608 km de novas faixas na pista principal, sendo 225,2 km de duplicações, além de 76 km de novas faixas laterais, 85 novas interseções, 32 passarelas, 59 melhorias de acesso, iluminação das travessias urbanas, entre outras intervenções. Os trechos serão todos monitorados, através de mais de mil câmeras e um Centro de Controle de Operações.

Resultados – O projeto resultará na ampliação de capacidade e melhorias das rodovias que compõem o trecho concedido, aumentando a integração logística do estado do Rio Grande do Sul. Com isso, deve haver redução de custos logísticos por conta de economia de consumo de combustível, menor desgaste de pneus, diminuição dos gastos com manutenção dos veículos e viagens mais rápidas.

É esperada também a ampliação da segurança nas vias e a redução de acidentes. Será oferecido aos usuários atendimento 24 horas, sendo possível solicitar auxílio em situações de emergência e informar a existência de acidentes ou interferências na rodovia. Está prevista a disponibilização de atendimento médico pré-hospitalar em toda extensão da rodovia, com ambulâncias e equipamentos de resgate. O contrato de concessão também contempla investimento de R$ 28 milhões em programas de prevenção de acidentes, educação no trânsito e comunicação.

Há, ainda, a expectativa de geração de 1.238 empregos diretos ao longo da implantação do projeto e 714 durante o período da concessão, além de 2.490 indiretos.

Concessão – O Grupo CCR, controlador da Viasul, venceu em novembro de 2018 o leilão para administração de partes das rodovias BR 101, 290, 386 e 448, no Rio Grande do Sul, durante 30 anos. Os trechos são importantes pois integram o trânsito de carga entre o noroeste do estado e a região de Porto Alegre, além de conectar polos turísticos do litoral gaúcho à capital. Esse foi o primeiro leilão de rodovias federais feitos com o suporte do Programa de Parcerias de Investimentos – PPI, do Governo Federal.

Com BNDES

2 comentários em “BNDES aprova R$ 1,24 bilhão para rodovias no Rio Grande Sul”

  1. Great goods from you, man. I’ve take note your stuff previous to and you’re simply extremely wonderful.

  2. I¡¦ve been exploring for a little bit for any high quality articles or blog posts in this kind of space . Exploring in Yahoo I finally stumbled upon this website. Reading this info So i¡¦m happy to show that I have a very just right uncanny feeling I discovered exactly what I needed. I such a lot indisputably will make certain to do not omit this web site and give it a look regularly.

Deixe uma resposta