Ford faz forte parceria com GF para produção de chips automotivos para atender a crescente demanda.

Chips para todos os equipamentos

Acordo visa construir e fortalecer um modelo colaborativo para acelerar a próxima onda de inovação em design de chips automotivos

GlobalFoundries Inc. (Nasdaq: GFS) (GF), líder global na fabricação de semicondutores ricos em recursos, e a Ford Motor Company (NYSE: F) anunciaram uma colaboração estratégica para promover a fabricação de semicondutores e o desenvolvimento de tecnologia nos Estados Unidos, com o objetivo de aumentar o fornecimento de chips para a Ford e a indústria automotiva dos Estados Unidos.

As empresas assinaram um acordo não vinculativo que abre as portas para a GF criar mais suprimentos de semicondutores para a atual linha de veículos da Ford e pesquisa e desenvolvimento conjuntos para atender à crescente demanda por chips ricos em recursos para apoiar a indústria automotiva. Isso poderia incluir soluções de semicondutores para ADAS, sistemas de gerenciamento de bateria e rede em veículos para um futuro automatizado, conectado e eletrificado. A GF e a Ford também irão explorar oportunidades expandidas de fabricação de semicondutores para apoiar a indústria automotiva.

“É fundamental criarmos novas formas de trabalhar com os fornecedores para dar à Ford – e aos Estados Unidos – maior independência no fornecimento de tecnologias e recursos que nossos clientes mais valorizarão no futuro”, disse Jim Farley, presidente e CEO da Ford.

“Este acordo é apenas o começo e uma parte fundamental do nosso plano para integrar verticalmente tecnologias e recursos essenciais que irão diferenciar a Ford no futuro.”

“A GF está comprometida em construir alianças inovadoras com as empresas líderes mundiais para permitir os recursos em produtos que são difundidos por toda a vida das pessoas”, disse Tom Caulfield, CEO da GF. “Nosso contrato com a Ford é um passo importante no fortalecimento de nossa cooperação e parceria com fabricantes de automóveis para estimular a inovação, trazer novos recursos ao mercado com mais rapidez e garantir equilíbrio entre oferta e demanda de longo prazo.”

Compartilhe